Ez a weboldal sütiket használ. Az Uniós törvények értelmében kérem, engedélyezze a sütik használatát, vagy zárja be az oldalt.

Comunidade Familiar Vinculum Caritatis se apresenta!

Pequena história da Comunidade Familiar. A formação da Comunidade Familiar aconteceu em dois grupos independentes um do outro com a colaboração do Pe. Palankay. Um dos grupos nasceu com a semente do Vinculum Caritatis com pessoas comprometidas em 1949 a qual sua finalidade apostólica era o auxílio e a renovação dos cônjuges, das famílias e a renovação da vida familiar.  O outro grupo iniciou no final dos anos 50 com a direção diretamente pela organização do Pe. Palankay, consequentemente 2 de julho de 1959 na festa da visitação de Nossa Senhora no apartamento particular formou-se “Institutum Caritas Fidelis” mais tarde a auto entrega das famílias continuava sempre nesta mesma data. O Pe. Vacz Jenö auxiliava estes dois grupos com direção espiritual, retiros e várias homilias escritas.

Por causa da situação política tornou-se o encontro familiar de amigos os encontroas comuns. Precisava ter muita cautela, pois numa das famílias houve revista no apartamento pela em virtude do regime da época

Uma das fundadoras se lembra assim: “No primeiro lugar a Comunidade significava para mim força dos nossos encontros. Uma das grandes essências de nossos encontros era que todos nós fomos muito sinceros um com os outros. Comentamos todos os problemas físicos, espiritual, material de nossa vida. Não somente comentamos, mas buscamos soluções que não somente contamos com as nossas próprias idéias, mas ao mesmo tempo colocamos a luz do evangelho, assim recebemos respostas para as nossas dúvidas atuais sobre educação dos filhos, contato com os pais, aceitação do filho, problemas de trabalho e opiniões sobre a Igreja.

O reconhecimento pela Igreja da Comunidade Familiar do Vinculum Caritatis ocorreu em 1996, após a aprovação da Comunidade Vinculum Caritatis como Instituto Secular em 1994 consequentemente podiam divulgar para novos membros esta Instituição.

Características principais da Comunidade Familiar

Seus membros são aquelas famílias e indivíduos os que aspiram vier os Conselhos Evangélicos (castidade, pobreza e obediência) no espírito da Comunidade conforme seu estado a qual anualmente fazem promessas.

Sua finalidadesantificar a vida familiar com a espiritualidade própria da Comunidade.

Diretriz espiritual

- oração de oferecimento do dia, meditação “missa da vida”

- Exame de consciência à noite

- Estudo e partilha da literatura própria sobre a espiritualidade da Comunidade. Este estudo e partilha com o casal juntos e mensalmente encontro com os membros do grupo.

- Hora Santa mensal do casal.

- Confissão freqüente

- Recolhimento familiar semestral.

- Retiro anual familiar da Comunidade.

O Padre fundador tinha uma comparação muito querida sobre o crescimento das famílias com o pé do morango.  Comparou a revolução do amor a vitalidade do pé de morango: quando o pé de morango está plantado em terra boa lá se fortalece, floresce dá a fruta e ao mesmo tempo solto novos ramos nascendo um novo pé.  Cada pé de morango novo tem esta própria natureza: ele mesmo vive e ao mesmo tempo, ao seu redor brota uma nova vida.  Assim cresce o Corpo Místico de Cristo tornando-se uma Comunidade vida e orgânica na Igreja.